Publicado em

Duvidas frequentes sobre drywall

foto-drywall

Pessoal, muita gente tem duvidas sobre a resistência e praticidade da tecnologia drywall, abaixo separamos as principais perguntas de consumidores e as respostas a essas duvidas

 

É fácil personalizar um ambiente construído com Drywall?

Sim, porque a praticidade é um dos maiores benefícios do Drywall. Você pode ampliar a sala, construir o quarto do bebê, projetar o home theater, enfim, adaptar a casa de acordo com o seu momento de vida, com facilidade e economia.

A casa fica bonita com Drywall?

Claro. A beleza do ambiente dependerá do projeto de arquitetura e do seu toque pessoal.

A qualidade do acabamento é igual ou até superior à de uma parede convencional, porém o sistema é mais racional e extremamente versátil para manutenção e futuras reformas.

A manutenção é mais fácil em Drywall ou em paredes de alvenaria?

Em Drywall, pela própria natureza da tecnologia.

As instalações elétricas e hidráulicas passam pelo interior das paredes, agilizando o acesso. Os reparos são facilmente executados, sem “quebra-quebra” da parede ou do piso.

Drywall é resistente?

Totalmente. As estruturas metálicas são fabricadas em aço galvanizado para garantir a resistência do Drywall aos impactos normais do dia-a-dia. O sistema é testado em laboratório dentro dos mais rígidos critérios, para que o Drywall suporte, com toda a segurança, portas, armários, estantes etc.

Drywall é superior à alvenaria na questão do conforto térmico?

Sim. As propriedades das chapas de gesso contribuem para regular e estabilizar a temperatura. Dessa forma, o ambiente fica fresquinho no verão e quentinho no inverno.

Drywall oferece bom isolamento acústico?

Sim. Por isso, o sistema é utilizado nas melhores casas de shows, salas de concerto, cinemas etc. A proteção sonora de uma parede em Drywall é no mínimo igual à de alvenaria. Mas o Drywall ainda permite composições de duas ou mais chapas de gesso com lã mineral, para atender às mais exigentes especificações de isolamento acústicoSim. Por isso, o sistema é utilizado nas melhores casas de shows, salas de concerto, cinemas etc. A proteção sonora de uma parede em Drywall é no mínimo igual à de alvenaria. Mas o Drywall ainda permite composições de duas ou mais chapas de gesso com lã mineral, para atender às mais exigentes especificações de isolamento acústico.

Drywall oferece mais economia que a parede de alvenaria?

Sim, pelo uso mais racional do dinheiro. Com o projeto em mãos, você faz o orçamento e sabe exatamente o quanto vai investir, evitando gastos extras. A execução é rápida, limpa e realizada por profissionais especializados, sem desperdícios nem custos com remoção de entulho.

Drywall permite fixação de armários, estantes, quadros e suportes de TV?

Sim. Todo tipo de objeto pode ser fixado em Drywall.
As lojas especializadas vendem buchas do tipo expansivas ou basculantes, que são ancoradas direto na chapa. Cozinhas e outras áreas que exigirem armários mais pesados ou suporte de TV devem ser especificadas no projeto, para que a estrutura do sistema seja reforçada.

Drywall pode receber pintura, azulejo, papel de parede ou outro tipo de revestimento?

Sim. Neste caso, o Drywall funciona exatamente como uma parede convencional, com a vantagem de oferecer uma superfície lisa e já pronta para o acabamento.

Drywall pode ser utilizado em áreas úmidas como cozinha, banheiro e área de serviço?

Sim. Para essas áreas são especificadas as chapas verdes, com proteção antifungo, resistentes à umidade. A impermeabilização deve seguir os procedimentos adotados como padrão para áreas úmidas em alvenaria.

O que é Drywall?

Drywall é o sistema para construção de paredes e forros mais utilizado na Europa e nos Estados Unidos. Por fora, parece uma parede de alvenaria. Por dentro, Drywall é um show de tecnologia: combina estruturas de aço galvanizado com chapas de gesso de alta resistência mecânica e acústica, produzidas com rigoroso padrão de qualidade.

Um imóvel construído com Drywall é mais fácil de vender?

Sim. Além de todas as vantagens apresentadas, a espessura das paredes em Drywall é menor que a das paredes de alvenaria, ampliando a área útil do ambiente. E a mesma flexibilidade que você desfrutará em sua casa pode ser transferida para o futuro comprador do imóvel, garantindo mais liquidez ao investimento.

Fonte: Drywall.org

Foto: Casa Cor


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento em nosso CHAT abaixo

Publicado em

Vantagens do forro acartonado

forro-com-curvas-gesso-acartonado

Além de embelezar os ambientes, a aplicação de gesso nos tetos das residências e apartamentos pode ser muito útil na hora de embutir a iluminação, esconder ferragens ou mesmo disfarçar as vigas inevitáveis na construção. Segundo os especialistas, esta é uma solução bastante criativa e compensadora financeiramente.

De acordo com a maioria dos arquitetos e engenheiros, a versatilidade deste material propicia um acabamento interior elegante, maior resistência ao fogo e um bom isolamento termo-acústico.

O gesso tem se tornado um dos materiais de construção mais consumidos em todo o mundo. A vantagem deste tipo de material não é somente técnica, ele permite a criação de diversos formatos pré-moldados e permite perfeito acabamento.

Já o gesso em pó, muito empregado na construção, proporciona um excelente revestimento para paredes internas e tetos de qualquer ambiente da casa. Este tipo de utilização, substitui com inúmeras vantagens os revestimentos convencionais. Vantagens deste tipo de revestimento: rapidez e custa menor. O gesso pode perfeitamente substituir o chapisco, o emboço e o reboco de um revestimento interno. Assim, gasta-se menos com mão-de-obra e material.

Fonte: bonde


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento em nosso CHAT

Publicado em

Tipos de divisórias para escritório

DIVISORIA

A decoração bem planejada e a utilização otimizada do espaço físico de escritórios e ambientes corporativos são fatores que influenciam diretamente a produtividade das pessoas que ali convivem e trabalham diariamente. O ambiente de trabalho tem de ser agradável e trazer conforto e praticidade, fazendo com que as pessoas se sintam bem-humoradas e motivadas a desempenhar suas funções com excelência.

Dentro desse contexto, a utilização de divisória para escritórios é extremamente útil, pois, além da separação física de ambientes, ela promove um melhor aproveitamento do espaço livre e, dependendo do material do qual são fabricadas, podem, inclusive, fazer parte da decoração do escritório.

Gesso

As divisórias feitas de gesso são constituídas por pequenos blocos de gesso maciço, geralmente medindo 60cm x 60cm. São consideradas bastante resistentes em sua estrutura e promovem bom isolamento acústico e térmico

Drywall

Também chamado de gesso acartonado, as divisórias feitas desse material são constituídas por placas maiores do que as feitas de gesso — 1,20m x 1,80m ou 1,20m x 2,40m —, combinando estruturas de aço galvanizado e gesso, o que torna a divisória mais resistente, incluindo resistência ao fogo e com menor risco de trincagem.

MDF

O MDF (Medium Density Fireboard) vem ganhando cada vez mais espaço na indústria de móveis e divisórias para escritório. Com uma composição muito simples — é apenas uma chapa de média densidade de fibras de madeira reflorestada aglutinada com resinas — possui um acabamento homogêneo, que muito se assemelha à madeira comum, mas possui uma série de vantagens.

Vidro

Partições de vidro permitem a entrada de uma grande quantidade de luz natural, resultando num espaço de trabalho mais iluminado e acolhedor. Outra vantagem do vidro é o fato dele ser à prova de fogo, o que é muito importante para a segurança.

Divisória Naval

Se destaca pelo baixo custo e pela montagem simples. Em contrapartida, ela não proporciona isolamento acústico. Essa condição, por sua vez, é atendida pelo sistema modular piso-teto, comercializado com porta, ferragens, batente, rodapé e outros acessórios. Há, ainda, os modelos aparentes, que não exercem nenhum tipo de isolamento, sendo utilizados apenas para limitar os espaços

Divisórias PVC

para locais onde se deseja melhorar condições de higiene como laboratórios, armazenagem de alimentos, fabricação ou manipulação de medicamentos e demais locais onde se deseja inibir a proliferação de organismos nocivos à saúde, uma vez que o material das divisórias em PVC inibe a existência de fungos e demais organismos por ser feita de material plástico.


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou peça seu orçamento em nosso CHAT

Publicado em

Vantagens da construção com Drywall

07-casa-cor-2015

Para muitos as paredes feitas com drywall são novidade, ficando em dúvida sobre a qualidade e resistência do produto. Para esclarecer dúvidas escrevemos este post que vai ajudar a entender a praticidade e resistência deste material.

Manutenção

Limpeza e pequenos reparos em paredes e forros drywall são simples. A limpeza pode ser feita com uma esponja e os detergentes ou demais produtos existentes no mercado, com um cuidado básico: evite o uso de grande quantidade de água. Pequenos reparos na superfície podem ser feitos com massa para tratamento de juntas ou com massa corrida (da mesma forma que nas paredes de alvenaria).

Fixação

2

 Armários de cozinha repletos de pratos, copos e outros utensílios, suportes para TV ou microondas e outras cargas com peso equivalente podem ser fixadas normalmente em paredes drywall. Os cuidados fundamentais para que essa fixação não cause problemas é instalar no interior da parede um reforço interno, que pode ser de madeira tratada ou chapa de aço galvanizado, e utilizar, nas distâncias recomendadas, buchas específicas para drywall. O processo de fixação é mais simples, rápido e preciso do que ocorre com paredes de alvenaria tradicional.

No que diz respeito aos reforços, a maioria das construtoras de imóveis residenciais já os entrega com paredes reforçadas internamente, em especial nos ambientes que normalmente recebem armários como cozinhas e áreas de serviço. Porém, se a parede não tiver reforços recomenda-se que esse serviço seja executado por um profissional habilitado, que faça parte da rede de instaladores ou montadores treinados e credenciados pelas empresas fabricantes de chapas para drywall.

Finalmente, para a instalação de cargas leves, como armários, espelhos e porta-toalhas, entre outros, o procedimento é idêntico ao de fixação de objetos em qualquer parede drywall, bastando utilizar buchas e parafusos apropriados.

Acústica

As paredes drywall isolam ruídos com eficiência. Nesse particular, seu comportamento é igual ou até melhor do que o das paredes comuns de blocos ou tijolos.

Resistência

Uma parede drywall é muito leve, mas é tão firme, rígida e estável quanto uma parede comum de blocos ou tijolos.

Acabamento

drywall_knauf-areas_umidas

As paredes e os revestimentos em drywall aceitam qualquer tipo de acabamento, desde pintura comum até azulejos, pastilhas, mármore, granito, lambris de madeira, papel de parede, etc.
Fonte: drywall.org
Foto: casa cor 2015

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no CHAT abaixo

Publicado em

Forro de PVC: confira quais são as vantagens

FORRO-PVC-9

Para quem está construindo ou reformando o Forro PVC é uma ótima opção para quem quer economizar

O PVC é um material de revestimento que tem sido bastante utilizado nas construções modernas. Este plástico composto por petróleo e sal, além de muito acessível, é excelente para fazer o isolamento térmico e acústico dos ambientes.

Existem opções de PVC para todos os gostos e bolsos, mas o fato é que, independentemente do preço e da estética deste tipo de forro, ele apresenta inúmeras vantagens.

Durabilidade e resistência

Por se tratar de um material impermeável, o PVC resiste a atmosferas salinas, umidade  e cupim. O forro dura por anos sem haver necessidade de manutenção e pintura. Em ambientes úmidos como banheiro e cozinha, o PVC é uma excelente alternativa, já que não sofre com o vapor do chuveiro e as eventuais marcas de gordura podem ser facilmente limpas com produtos específicos.

Sustentabilidade

O PVC é um bom substituto para madeira, além de ser 100% reciclável. Em outras palavras, este material não é resultante de desmatamento, o que ajuda diretamente na preservação do meio ambiente. Para quem deseja aliar conforto e sustentabilidade, este forro é uma ótima pedida.

Praticidade na montagem

Por ser um material bem leve, com encaixes produzidos sob medida, o PVC reduz a necessidade de estruturas grandes para sua fixação. Assim, a montagem pode ser feita de forma rápida e prática, sem atrasar o cronograma da obra. Vale ressaltar que o processo de aplicação é pouco ruidoso e a sujeira na montagem é mínima.

Segurança e conforto

Como já foi dito, o forro de PVC possibilita um bom isolamento térmico e acústico, ou seja, torna o ambiente mais agradável e aumenta a sensação de bem-estar dos moradores. Como se não bastasse, este material ainda evita a propagação de fogo, caso haja um curto-circuito ou foco de incêndio.

Preço acessível

Além de ser encontrado com facilidade, o PVC custa consideravelmente menos do que os outros materiais para forro (como gesso e madeira, por exemplo). Sendo assim, é possível encontrar o material perfeito para o seu projeto, sem pesar no orçamento. Mais uma coisa: antes de fazer a sua escolha, pesquise preços e conte com a ajuda de um arquiteto ou engenheiro para decidir qual é o forro mais indicado para sua residência.

Variedade

img_forro_pvc (1)O PVC mais popular é o branquinho, sem nenhum tipo de detalhe e disponível em diferentes larguras. Certamente este você já conhece, mas há também os forros com cores, acabamentos, texturas e tamanhos variados. Vale destacar que há inclusive o PVC que imita madeira.

Multifuncionalidade

O PVC é um material versátil e democrático, que pode ser utilizado tanto no teto, quanto no revestimento da parede. Além disso, ele cai bem em ambientes internos e externos, da cozinha à varanda, da sala ao quarto das crianças. Nos projetos mais sofisticados, ele pode ser valorizado com a presença de iluminação especial.

Fonte: casashow

Foto: internet


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no CHAT abaixo

Publicado em

Divisórias para ambientes corporativos

divisoria-de-escritorio

Prática e versátil, as divisórias contribuem para organizar estações de trabalho e delimitar áreas com maior grau de privacidade

divisorias-para-escritorio-1

Os projetos corporativos atuais têm as divisórias como grandes aliadas na composição de ambientes. Versátil, a solução contribui para organizar estações de trabalho, criar áreas com maior grau de privacidade e conferem ainda certo charme e identidade aos escritórios. Podemos usá-las de forma fixa, delimitando espaços de recepção, salas de reunião e chefia, e também lançar mão de dispositivos deslizantes, configurando espaços flexíveis, que podem aumentar ou diminuir de tamanho conforme a necessidade do trabalho.

Além da versatilidade na composição de ambientes, as divisórias primam pela praticidade. Elas não produzem lixo na montagem e é rápido fazê-la, o que facilita o uso da solução em ambientes de trabalho que já estão funcionando.

O leque de opções oferecido pela indústria contribui para que as divisórias tenham espaço garantido nos escritórios. Mais simples, os modelos conhecidos como divisórias navais ainda são empregados, principalmente, pelo custo acessível e a praticidade de montagem. Mas a preferência dos profissionais é por sistemas com melhor desempenho acústico, mais opções de acabamentos e que simplifiquem as adaptações no layout. Assim, a atenção volta-se para os sistemas modulares industriais piso-teto, comercializados como solução construtiva completa, com porta, batente, ferragens, rodapé e outros acessórios.

As divisórias atuais se diferenciam, primeiro, pela matéria-prima com que são fabricadas. Elas são estruturadas em alumínio – material leve e resistente, que permite que sejam remanejadas facilmente. Outro diferencial é diversidade de acabamentos: vidros inteiros – o que não era possível com as divisórias navais –, MDP em tons lisos ou amadeirados, acrílico, MDF de alto brilho imitando laca, e até revestimentos em tecidos, que contribuem, inclusive, para o conforto acústico.

Podemos encontrar peças com perfis metálicos muito finos e delicados, ou mesmo feitas em madeira composta, material mais leve, resistente e barato que o natural. As composições com vidro e drywall também conferem leveza e economia à obra.

Fonte: aecweb

Fotos: retiradas da internet


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no CHAT abaixo

 

Publicado em

Cuidados com o acabamento garantem qualidade do drywall

parede-em-drywall

A pintura e o revestimento de sistemas drywall exigem alguns cuidados prévios para que a qualidade final seja assegurada. São cuidados simples, explicados resumidamente a seguir.

Pintura em paredes de drywall

Recomenda-se que antes da sua aplicação, a região das juntas e dos parafusos seja lixada adequadamente, para eliminação de rebarbas e saliências, utilizando-se taco de madeira ou suporte plano para lixa para evitar ondulações. Outro cuidado é que, antes da pintura, seja aplicado um fundo preparador, reduzindo o número de demãos necessárias para a obtenção de uma boa cobertura.

Cerâmica em paredes de drywall

A superfície a ser revestida deve estar completamente limpa e livre de poeira. Não é necessário o lixamento das juntas nem das cabeças dos parafusos. Recomenda-se que a fixação da cerâmica seja feita com argamassa do tipo flexível.

Laminados plásticos ou melamínicos

Os montantes devem ser fixados, no mínimo, a cada 400 mm e as chapas devem ser parafusadas preferencialmente na posição horizontal, para evitar abaulamentos após a colagem dos laminados. Nas juntas de topo deve-se aplicar somente uma calafetação com massa, evitando o ressalto natural desse tipo de junta, lixando-se a região calafetada para evitar rebarbas ou saliências.

Fonte: drywall.org

foto: pinterest

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no CHAT abaixo

Publicado em

Impermeabilização: drywall e áreas sujeitas à umidade

Screenshot-2014-12-08-11.14.54

Paredes e revestimentos em drywall instalados em áreas sujeita a umidade (banheiros, cozinhas e áreas de serviço) exigem impermeabilização de sua parte inferior, para evitar que o eventual contato com água empoçada danifique as chapas de gesso. Normalmente, nas áreas mencionadas, os sistemas drywall são executados com chapas RU (Resistentes à Umidade), que contêm em sua fórmula hidrofugantes. Essas chapas, embora resistam à umidade e a respingos, não são impermeáveis e, por isso, devem ter a face exposta à água adequadamente tratada.

Para a impermeabilização, podem ser utilizados os sistemas descritos nas normas técnicas da ABNT específicas para essa finalidade. Há várias opções, das quais três são as de uso mais comum: membranas de asfalto elastomérico (para aplicação a frio, uma vez que sistemas para aplicação a quente, com auxílio de maçarico, não são recomendados para chapas de gesso), membranas acrílicas e cimento polimérico.

O rodapé das áreas úmidas deve receber tratamento com um dos sistemas impermeabilizantes mencionados, o qual deve ser iniciado no piso, a cerca de 15 a 20 cm da parede e subindo por esta até pelo menos 20 cm de altura. Em áreas onde pode ocorrer a lavagem do piso, as paredes devem receber um tratamento que impeça a passagem da água sob a parede. Nesse caso, recomenda-se a utilização de um selante apropriado aplicado no espaço entre a chapa de gesso e o piso ou a colocação de um rodapé que garanta a estanqueidade nesses pontos. Feita a impermeabilização, a parede ou o revestimento podem receber qualquer tipo de acabamento, como cerâmica, pastilhas, mármore, granito, pintura à base de resina epóxi, etc. A Comissão Técnica da Associação Drywall conclui: “Não há qualquer risco em utilizar os sistemas drywall em áreas úmidas, desde que se tomem os cuidados essenciais de impermeabilização que, de resto, também são utilizados na alvenaria convencional”.

Foto: Blog engenharia

fonte: drywall.org

Publicado em

Vantagens e aplicações do drywall

Como_fazer_parede_curva_em_drywall-11

São muitas as vantagens oferecidas pelo drywall – use sempre os serviços de um profissional especializado para obter os melhores resultados.

Rapidez e limpeza na montagem – Uma parede, um forro ou um revestimento em drywall é executado com muita rapidez e gera muito pouco entulho. Por exemplo, a montagem de uma parede divisória para a criação de um novo ambiente em uma casa ou apartamento demora apenas 24 a 48 horas. Nesse prazo, a parede estará pronta, com porta, tomadas e interruptores instalados, pronta para receber a pintura final.

Reformas fáceis – Em razão da rapidez e da limpeza na montagem dos sistemas drywall, reformar um imóvel ficou muito mais simples. E os sistemas drywall permitem soluções criativas, como uso de curvas, recortes para iluminação embutida e muito mais.

Manutenção e reparos – A mesma vantagem de rapidez e limpeza está presente na hora de se consertar um vazamento de água, por exemplo. Nesse caso, basta fazer com um serrote de ponta um pequeno recorte na chapa da parede, suficiente para permitir o conserto do encanamento, e depois fechar a parede com o mesmo pedaço de chapa. Um profissional especializado executa esse tipo de serviço em apenas um dia, sem o tradicional quebra-quebra das paredes comuns de tijolos ou blocos.

Precisão e qualidade de acabamento – Os sistemas drywall são precisos nas suas medidas e proporcionam uma qualidade de acabamento superficial única, perfeitamente lisa. Além disso, os sistemas drywall aceitam qualquer tipo de acabamento: pintura, textura, azulejos, pastilhas, mármore, granito, papel de parede, lambris de madeira, etc.

Isolamento de ruídos – Os sistemas drywall isolam melhor os sons e contribuem para tornar os ambientes mais confortáveis no que se refere à transmissão de ruídos.

Ganho de área útil – Como as paredes drywall são mais estreitas do que as de blocos ou tijolos, há um ganho na área útil. Esse ganho é de 5% aproximadamente. Por exemplo: em um apartamento de 100 m2, o ganho será de 5 m2, equivalente a 10 metros frontais de armários embutidos.


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no chat

Publicado em

O drywall pode solucionar problema de barulho?

barulho-do-vizinho

Em um apartamento, o som é transmitido pelo ar ou pela estrutura. As soluções diferem em cada caso.
O som aéreo, como o nome diz, é transmitido pelo ar. Entra no ambiente ou sai deste pelas portas e janelas e através das paredes, sejam ruídos externos, sejam gerados internamente, em corredores, saguões e apartamentos vizinhos. Para isolar o som transmitido através das paredes, podem ser utilizados revestimentos com drywall, que são mais eficazes quando montados sobre uma estrutura auxiliar e receberem lã mineral (de rocha ou de vidro) em seu interior. Porém, para completar, é necessário usar portas mais densas, bem vedadas em seu perímetro, e esquadrias e janelas específicas para isolar a passagem do som.
Quanto ao som transmitido pela estrutura, a vibração sonora é sentida no prédio inteiro. Percorre pilares, vigas e lajes e “invade” os ambientes. Uma furadeira acionada no primeiro andar pode ser ouvida no último como se estivesse muito próxima, o mesmo ocorrendo com elevadores e válvulas de descarga. Isso também acontece em menor escala com saltos de sapato batendo no piso do andar superior.
Revestimentos de paredes e forros rebaixados com drywall, mesmo com lã mineral em seu interior, podem atenuar o problema, mas não o resolverão por completo.

Por isso, antes de adotar uma solução, recomendamos que seja feita uma análise criteriosa, com o auxílio de um especialista na área, dos diferentes ruídos que causam incômodo e de como são transmitidos. A partir disso, será possível definir o conjunto de medidas necessárias para promover o desejado conforto acústico em sua residência.

Fonte: drywall.org


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no formulário abaixo que em breve retornaremos!