Publicado em

Retrofit de interiores fica mais fácil com drywall

mitos-drywall

Sistemas executados com essa tecnologia agilizam principalmente as alterações e os acréscimos de instalações elétricas, hidráulicas e de telecomunicações. A recuperação, requalificação e readequação de espaços internos de antigos edifícios é uma prática freqüente no processo de modernização dos grandes centros urbanos, que pode ser executada com mais rapidez e vantagens técnicas com o uso da tecnologia drywall. Conforme acentua o Eng. Álvaro Villagrán, presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Chapas para Drywall, “a principal dificuldade na reforma de antigos edifícios está na sua atualização tecnológica, principalmente no que se refere a instalações elétricas, de climatização e, principalmente, de telecomunicações e informática, além da necessidade comum de substituição parcial ou total das instalações hidráulicas”. E acrescenta: “O uso da tecnologia drywall em paredes, forros e revestimentos simplifica essa tarefa, que pode ser realizada com muito mais rapidez e com alta qualidade de acabamento, sem contar com outros benefícios, como o aumento do conforto acústico”. Assim, por exemplo, um conjunto antigo pode ser modificado sem necessidade do tradicional quebra-quebra exigido pela alvenaria. Tubulações de água e esgoto e condutores elétricos e de cabos para informática, por exemplo, podem ser instalados externamente às paredes originais, que, depois, receberão revestimento com sistemas drywall. Nesse caso, as vantagens são evidentes, enfatiza Villagrán: “Praticamente não há sujeira; as instalações são colocadas de forma precisa e podem ser testadas previamente; e o acabamento final é de alta qualidade. Além disso, se houver necessidade de isolamento acústico ou térmico, este pode ser feito facilmente com lã mineral ou de vidro. Novos ambientes, incluindo sanitários, podem ser criados da mesma forma e com as mesmas vantagens”. E conclui: “Intervenções similares podem ser feitas nos forros, sempre com as mesmas facilidades”.

fonte: drywall.org

 

Para mais informações fale conosco pelo CHAT abaixo

Publicado em

Parede drywall x Parede de gesso e alvenaria

Como_fazer_parede_curva_em_drywall-11

Paredes drywall diferem das paredes de gesso e de alvenaria. Tecnologias e resultados são muito diferentes, esclarece a Associação Drywall. As paredes drywall, compostas por estruturas de perfis de aço revestidas com chapas de gesso, cumprem os mesmos requisitos básicos de desempenho mecânico, acústico e térmico das paredes de alvenaria, substituindo estas com algumas vantagens como rapidez de execução, qualidade de acabamento, ganho de espaço e quase total ausência de desperdícios e entulho.

Isso explica por que o sistema drywall vem conquistando a preferência não só do mercado profissional, formado por incorporadores, construtores e arquitetos, mas igualmente do consumidor final, que tem utilizado essa tecnologia em pequenas reformas e projetos de decoração. “Porém, é preciso não confundir paredes drywall com paredes de gesso”, afirma o engenheiro Carlos Roberto de Luca, coordenador da Comissão Técnica da Associação dos Fabricantes de Chapas para Drywall. Explica: “Paredes de gesso são construídas com blocos de gesso da mesma forma que as paredes de alvenaria tradicional, enquanto as paredes drywall pertencem a uma nova geração tecnológica, sendo montadas a seco, a partir de componentes industrializados, o que lhes garante um padrão superior de qualidade”.

Uma década de evolução
Os sistemas drywall passaram a ser utilizados de forma regular na construção civil brasileira em meados da década de 90, quando os grandes fabricantes mundiais com sede na Europa (BPB Placo, Knauf e a Lafarge Gypsum) decidiram instalar fábricas no Brasil. A partir de então, esses sistemas, utilizados em paredes, forros, revestimentos e detalhes arquitetônicos variados, passaram a predominar em edifícios comerciais, hotéis e grandes salas de cinema multiplex e hoje vêm ganhando importância cada dia maior na construção residencial, repetindo no país a tendência observada há mais de um século nos Estados Unidos e há mais de 70 anos na Europa.

Fonte: drywall.org


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu contato em nosso CHAT que em breve retornaremos

Publicado em

Azulejo em parede de Drywall

elegancyforros

Será que pode colocar azulejo em parede de Drywall?? Esta é uma dúvida muito frequente, e estamos aqui para esclarecer!! 🙂 🙂

Com tantos recursos e facilidades, as paredes de Drywall são uma ótima e prática solução para seu imóvel residencial ou comercial. Sua aplicação é bem mais rápida que uma parede de alvenaria e seu acabamento é igualmente sem comparação, e são ótimas para receber qualquer tipo de acabamento, isso mesmo qualquer tipo, desde uma pintura simples, como  papel de parede e também o azulejo.

Posso fazer acabamento com azulejos em paredes drywall?

É importante observar alguns cuidados. Se a área for molhavel (banheiro, lavabo, cozinha, área de serviço, etc.), recomenda-se utilizar para a montagem da parede chapas para drywall resistentes à umidade (ou simplesmente RU, identificadas pela cor verde). Além disso, antes da colocação dos azulejos, deve ser feita a impermeabilização da base da parede, até a altura de 20 cm, no mínimo. E, para melhor fixação, deve-se utilizar argamassa tipo AC2, que apresenta maior aderência e é mais flexível.

Mas não se preocupe com estes termos técnicos. Contratando um profissional especializado em instalação de drywall, ele com certeza saberá que tipo de material adequado irá colocar no banheiro, cozinha, lavanderia, escritório, empresas, lanchonete, supermercado, restaurante etc.

Quer contratar nossos serviços?? Além de materiais de construção a seco, também fazemos instalação de forros e drywall. Se tiver interesse ligue (11) 2595-4700 ou entre em contato através do nosso formulário!!


Deixe seu comentário abaixo, queremos saber sua opinião!! 🙂 🙂