Publicado em

Diferença entre as chapas de drywall

Slide41

As placas de gesso acartonado, ou drywall, é um produto amplamente utilizado em projetos e reformas de paredes, forros, acabamentos, principalmente, por sua versatilidade e rapidez na instalação.

Mas, o que muitos não sabem, que para cada ambiente existe um tipo de placa que deve ser usada. Para as áreas úmidas, por exemplo, existe um tipo específico. É o que iremos explicar em detalhes abaixo

Diferenças entre chapa branca, verde e rosa

download

Para que as chapas de drywall cumpram melhor desempenho nas diferentes áreas, há algumas versões do sistema.

Placa de gesso branca (ST)

25det-600x600

Essa variedade de placa é a mais básica, ou standard. Ela é amplamente empregada em forros e paredes de ambientes secos. Esta é a tradicional chapa branca (uso geral), usada geralmente em ambientes não úmidos, como quartos, salas e escritório. Pode ser usada como divisória, para nichos e como forro também, o chamado forro acartonado.

 

 

 

 

Placa de gesso verde (RU)

chapa_de_gesso_resistente_a_umidade_verde_1_20x1_80m_knauf_87553830_0001_600x600Já o modelo verde deve ser instalado em ambientes úmidos como banheiros, cozinhas e áreas de serviço, pois contém elementos hidrofugantes, uma espécie de impermeabilizante.

Nesse tipo de placa, encontra-se silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, o que permite a aplicação em áreas úmidas.

 

 

 

 

 

Placa de gesso vermelha (RF)

chapa_de_gesso_resistente_ao_fogo_rosa_1_20x2_40m_knauf_88458902_0001_600x600A versão rosa possui retardantes de chama em sua fórmula e, portanto, a sua utilização é recomendada para áreas especiais. Este tipo de placa conta com a presença de fibra de vidro em sua fórmula, o que garante uma maior resistência ao calor e ao fogo. Por isso, são bastante indicadas para escadas enclausuradas, saídas de emergência e áreas com risco de incêndio.

 

 

 

 

O drywall também permite uma construção sem ruídos e conta com os benefícios de ser versátil, já que pode ser instalado em qualquer cômodo, e ainda contribuir para o ganho de espaço, pois é uma parede mais fina.

Paredes feitas com sistema drywall exigem menos esforço físico, do que paredes feitas em alvejaria, pois o material é leve e de fácil manuseio.

Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo nosso chat abaixo

Publicado em

Parede drywall x Parede de gesso e alvenaria

Como_fazer_parede_curva_em_drywall-11

Paredes drywall diferem das paredes de gesso e de alvenaria. Tecnologias e resultados são muito diferentes, esclarece a Associação Drywall. As paredes drywall, compostas por estruturas de perfis de aço revestidas com chapas de gesso, cumprem os mesmos requisitos básicos de desempenho mecânico, acústico e térmico das paredes de alvenaria, substituindo estas com algumas vantagens como rapidez de execução, qualidade de acabamento, ganho de espaço e quase total ausência de desperdícios e entulho.

Isso explica por que o sistema drywall vem conquistando a preferência não só do mercado profissional, formado por incorporadores, construtores e arquitetos, mas igualmente do consumidor final, que tem utilizado essa tecnologia em pequenas reformas e projetos de decoração. “Porém, é preciso não confundir paredes drywall com paredes de gesso”, afirma o engenheiro Carlos Roberto de Luca, coordenador da Comissão Técnica da Associação dos Fabricantes de Chapas para Drywall. Explica: “Paredes de gesso são construídas com blocos de gesso da mesma forma que as paredes de alvenaria tradicional, enquanto as paredes drywall pertencem a uma nova geração tecnológica, sendo montadas a seco, a partir de componentes industrializados, o que lhes garante um padrão superior de qualidade”.

Uma década de evolução
Os sistemas drywall passaram a ser utilizados de forma regular na construção civil brasileira em meados da década de 90, quando os grandes fabricantes mundiais com sede na Europa (BPB Placo, Knauf e a Lafarge Gypsum) decidiram instalar fábricas no Brasil. A partir de então, esses sistemas, utilizados em paredes, forros, revestimentos e detalhes arquitetônicos variados, passaram a predominar em edifícios comerciais, hotéis e grandes salas de cinema multiplex e hoje vêm ganhando importância cada dia maior na construção residencial, repetindo no país a tendência observada há mais de um século nos Estados Unidos e há mais de 70 anos na Europa.

Fonte: drywall.org


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu contato em nosso CHAT que em breve retornaremos

Publicado em

Vantagens das paredes de Drywall

parede-em-drywall-1024x776

Quando você pensa em parede, certamente logo vem à mente uma superfície robusta, rígida e resistente, feita de tijolos ou blocos, assentados com massa de cimento, conhecida como alvenaria.

No entanto, nos novos empreendimentos imobiliários é comum encontrar paredes de drywall, um sistema industrializado de paredes internas, composto por estrutura de aço galvanizado e chapas de gesso acartonado aparafusadas em ambos os lados.

Principais vantagens

Para atender as exigências das normas de desempenho, incluindo resistência a fogo, o sistema drywall foi testado e ensaiado em laboratórios competentes, como o Instituto de Pesquisa Tecnológica (IPT). Além disso, antes de virar a parede de casa, ele ainda passa por um rígido controle de qualidade, para garantir medidas precisas e acabamentos perfeitos. O que não acontece com a parede convencional, cujo sucesso depende não só da qualidade dos elementos utilizados, mas também da habilidade da mão de obra.

As reformas com o drywall são mais simples, basta desmontar o sistema e descartá-lo, conforme as recomendações da Associação Drywall. O mesmo pode-se dizer sobre a manutenção ou atualização das instalações de casa, como elétrica, hidráulica ou telefonia, por exemplo. Rasga-se apenas a parte em questão, que depois é rapidamente reconstituída por meio de um remendo. Em comparação, qualquer obra de alvenaria demora mais por causa das várias etapas, e gera entre 5% e 10% a mais de entulho.

paredes-de-drywall-com-vidros_587459

Pela sua própria composição, o sistema também é mais leve que a parede tradicional. Imagine que para cada dez caminhões de alvenaria, são necessários apenas um de drywall. Com isso, a estrutura também acaba sendo menos robusta e mais barata. Além dessas vantagens, as paredes de drywall são mais finas, racionalizando o projeto de arquitetura. A cada 100 m² consegue-se ganhar em torno de 5m² em área, o equivalente a dez metros de armários embutidos.

Quanto aos acabamentos, são os mesmos utilizados nas paredes tradicionais: pintura, textura, papel de parede, laminado, cerâmica e azulejo. A diferença é que a superfície já vem pronta para recebê-los.

Para assegurar a durabilidade do sistema, a manutenção das paredes e das instalações hidráulicas necessita cuidado. A limpeza de manchas na superfície pode ser feita com os mesmos produtos usados no sistema convencional. Já os jatos de água ou vapor, utilizados na alvenaria, devem ser evitados, pois podem causar danos ao drywall. O mesmo vale para as infiltrações: conserte rapidamente o encanamento danificado para não comprometer o sistema.

Fonte:www.mulher.uol.com.br


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no CHAT abaixo