Publicado em

Molduras de gesso dão versatilidade a projetos de iluminação

sanca-de-gesso-35

Em tetos rebaixados ou desenhos alternativos, recurso permite usar luzes embutidas de diversos modos

As molduras de gesso, também conhecidas como sancas, têm sido muito usadas pelos arquitetos por abrirem inúmeras possibilidades ao uso de luzes embutidas. Engana-se quem imagina que esse recurso é restrito a ambientes com pé-direito alto. Pode ser usado mesmo em cômodos que tenham a altura mínima exigida pelas normas brasileiras (2,5 m em áreas sociais e 2,3 m para banheiros).

 

sanca-de-gesso-35
As molduras de gesso, também chamadas de sanca, são comuns em cômodos com pé-direito alto, mas podem ser usados também em lugares com teto baixo

O modo mais comum de usar o material é rebaixando o teto, dispondo as lâmpadas de acordo com o projeto de iluminação. A moldura de gesso pode assumir diferentes desenhos–regulares, mais comuns, ou arredondados e irregulares.

O mais adequado é deixar um espaço de 15 cm entre o forro e a sanca, o necessário para que a iluminação possa ser instalada – esse trabalho é mais fácil quando o pé-direito é maior, mas pode ser feito em outras situações.

O gesso rebaixado – mais encontrado nas áreas sociais, como sala, varanda e corredor – pode ficar no centro do teto ou encostado a uma ou até às quatro paredes do cômodo.

Uma alternativa é fazer uma estrutura embutida no forro, ou, pelo menos, que dê essa impressão. É o caso do rasgo no gesso ou sanca invertida, presente em áreas como cozinhas e banheiros. A diferença em relação à técnica convencional é que todo o teto é feito de gesso e deixa-se um espaço central que imita uma claraboia (o tal “rasgo”), de 15 cm de profundidade. Nessa abertura são instaladas duas fitas de LED que oferecem luz indireta e forte, a mais apropriada para esse tipo de ambiente.

cedgesso3Além disso, o gesso pode ser usado para fazer um cortineiro iluminado: o trilho da cortina é escondido por uma “saia” de gesso com iluminação de LED embutida. Isso evita que o tecido pegue fogo e oferece durabilidade ao projeto de iluminação. A iluminação da cortina dá um quê etéreo ao cômodo. O recurso vai bem em todos os ambientes, embora seja mais presente em salas e varandas.

Os tipos de gesso também devem ser levados em conta. Há dois: o gesso acartonado, de instalação mais fácil e rápida, mas um pouco mais caro, e o gesso de plaquinha, mais barato e mais fácil de nivelar

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento em nosso CHAT logo abaixo, em breve retornaremos!!! 🙂 🙂


Fonte: site terra

foto divulgação/internet

Publicado em

Drywall é superior no controle de insetos e fungos

drywall-11

O comportamento dos sistemas drywall, da maneira como são executados no Brasil, é superior em muitos aspectos ao das demais soluções construtivas para vedações internas como paredes, forros e revestimentos. Entre as vantagens que oferecem estão peso reduzido, elevado desempenho acústico, maior qualidade de acabamento, ausência de fissuras, flexibilidade de projeto, facilidade de reformas e ainda um quesito pouco lembrado: o controle da proliferação de insetos e fungos em seu interior.

Embora insetos possam alojar-se e constituir colônias no interior de quaisquer sistemas construtivos e instalações das mais variadas naturezas, o drywall impõe algumas barreiras a esse fenômeno. Por se tratar de um sistema baseado na montagem de componentes industrializados, sua construção, além de seca, é normalmente muito limpa. Além disso, os elementos que o compõem não são atrativos aos insetos: as superfícies das chapas para drywall, segundo testes realizados pelo IPT, em São Paulo, não são atacadas por cupins; as estruturas, por sua vez, são compostas por perfis de aço galvanizado; e, para completar, o isolamento térmico e acústico dos sistemas, quando necessário, é executado com lã mineral ou de vidro, outro material inerte que não serve como alimento a insetos ou fungos. Sendo assim, o “ambiente” interno dos sistemas drywall é hostil ao desenvolvimento de qualquer forma de vida.

Fonte: drywall.org.br

Publicado em

Drywall e suas vantagens

montagem-em-drywall-13

São muitas as vantagens oferecidas pelo drywall – use sempre os serviços de um profissional especializado para obter os melhores resultados.

Rapidez e limpeza na montagem

Uma parede, um forro ou um revestimento em drywall é executado com muita rapidez e gera muito pouco entulho. Por exemplo, a montagem de uma parede divisória para a criação de um novo ambiente em uma casa ou apartamento demora apenas 24 a 48 horas. Nesse prazo, a parede estará pronta, com porta, tomadas e interruptores instalados, pronta para receber a pintura final.

Reformas fáceis

Em razão da rapidez e da limpeza na montagem dos sistemas drywall, reformar um imóvel ficou muito mais simples. E os sistemas drywall permitem soluções criativas, como uso de curvas, recortes para iluminação embutida e muito mais.

Manutenção e reparos

A mesma vantagem de rapidez e limpeza está presente na hora de se consertar um vazamento de água, por exemplo. Nesse caso, basta fazer com um serrote de ponta um pequeno recorte na chapa da parede, suficiente para permitir o conserto do encanamento, e depois fechar a parede com o mesmo pedaço de chapa. Um profissional especializado executa esse tipo de serviço em apenas um dia, sem o tradicional quebra-quebra das paredes comuns de tijolos ou blocos.

Precisão e qualidade de acabamento

Os sistemas drywall são precisos nas suas medidas e proporcionam uma qualidade de acabamento superficial única, perfeitamente lisa. Além disso, os sistemas drywall aceitam qualquer tipo de acabamento: pintura, textura, azulejos, pastilhas, mármore, granito, papel de parede, lambris de madeira, etc.

Isolamento de ruídos

Os sistemas drywall isolam melhor os sons e contribuem para tornar os ambientes mais confortáveis no que se refere à transmissão de ruídos.

Ganho de área útil

Como as paredes drywall são mais estreitas do que as de blocos ou tijolos, há um ganho na área útil. Esse ganho é de 5% aproximadamente. Por exemplo: em um apartamento de 100 m2, o ganho será de 5 m2, equivalente a 10 metros frontais de armários embutidos.