Publicado em

Diferença entre as chapas de drywall

Slide41

As placas de gesso acartonado, ou drywall, é um produto amplamente utilizado em projetos e reformas de paredes, forros, acabamentos, principalmente, por sua versatilidade e rapidez na instalação.

Mas, o que muitos não sabem, que para cada ambiente existe um tipo de placa que deve ser usada. Para as áreas úmidas, por exemplo, existe um tipo específico. É o que iremos explicar em detalhes abaixo

Diferenças entre chapa branca, verde e rosa

download

Para que as chapas de drywall cumpram melhor desempenho nas diferentes áreas, há algumas versões do sistema.

Placa de gesso branca (ST)

25det-600x600

Essa variedade de placa é a mais básica, ou standard. Ela é amplamente empregada em forros e paredes de ambientes secos. Esta é a tradicional chapa branca (uso geral), usada geralmente em ambientes não úmidos, como quartos, salas e escritório. Pode ser usada como divisória, para nichos e como forro também, o chamado forro acartonado.

 

 

 

 

Placa de gesso verde (RU)

chapa_de_gesso_resistente_a_umidade_verde_1_20x1_80m_knauf_87553830_0001_600x600Já o modelo verde deve ser instalado em ambientes úmidos como banheiros, cozinhas e áreas de serviço, pois contém elementos hidrofugantes, uma espécie de impermeabilizante.

Nesse tipo de placa, encontra-se silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, o que permite a aplicação em áreas úmidas.

 

 

 

 

 

Placa de gesso vermelha (RF)

chapa_de_gesso_resistente_ao_fogo_rosa_1_20x2_40m_knauf_88458902_0001_600x600A versão rosa possui retardantes de chama em sua fórmula e, portanto, a sua utilização é recomendada para áreas especiais. Este tipo de placa conta com a presença de fibra de vidro em sua fórmula, o que garante uma maior resistência ao calor e ao fogo. Por isso, são bastante indicadas para escadas enclausuradas, saídas de emergência e áreas com risco de incêndio.

 

 

 

 

O drywall também permite uma construção sem ruídos e conta com os benefícios de ser versátil, já que pode ser instalado em qualquer cômodo, e ainda contribuir para o ganho de espaço, pois é uma parede mais fina.

Paredes feitas com sistema drywall exigem menos esforço físico, do que paredes feitas em alvejaria, pois o material é leve e de fácil manuseio.

Para mais informações e pedido de orçamento fale conosco pelo nosso chat abaixo

Publicado em

Drywall

foto-coop2

Dentro de casa, praticamente tudo pode ser criado com drywall. São inúmeros os atributos desta tecnologia de construção, que não usa água na obra.

Quer dividir um ambiente sem perder espaço? Precisa de uma solução para isolar o barulho dos vizinhos, embutir a iluminação no teto sem grandes reformas ou montar uma estante para a TV? Esses configuram apenas alguns exemplos da versatilidade do drywall. Maleável, ele embasa trabalhos arrojados, com recortes, curvas e desníveis. O melhor: seus componentes são recicláveis, e a matéria-prima do gesso (gipsita) não gera descartes tóxicos. Trata-se de uma tecnologia limpa, que apresenta somente 5% de resíduos na obra, contra até 30% dos métodos tradicionais. Além disso, custa menos para transportar, pois é mais leve. Em relação à segurança, possui embasamento na norma técnica NBR 15.758, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), e suas composições se encaixam em todos os níveis da norma chamada Desempenho de Edificações, a NBR 15.575. Ambas asseguram a maneira correta de uso e instalação.

Afinal, o que é drywall?

 

O termo define tanto as chapas com miolo de gesso e face de papel-cartão quanto o sistema, composto dessas placas fixadas em estruturas de aço. Seu trunfo está na possibilidade de criar centenas de formas, com emprego de painéis simples ou duplos, de variadas espessuras. Enchimentos de lã mineral incrementam os isolamentos acústico e térmico. Um profissional indicará a melhor saída para cada caso.

 

1. O que significa cada cor de drywall?

Há três tipos de chapa, que se diferenciam pelo tom da cobertura de papel-cartão. A face branca deve voltar-se sempre para o lado do acabamento:

01-drywall

Verde (RU): com silicone e aditivos fungicidas misturados ao gesso, permite a aplicação em áreas úmidas (banheiro, cozinha e lavanderia).

Rosa (RF): resiste mais ao fogo por causa da presença de fibra de vidro na fórmula. Por isso, vai bem ao redor de lareiras e na bancada do cooktop.

Branco (ST): é a variedade mais básica (Standard), amplamente empregada em forros e paredes de ambientes secos.

2. O que existe no interior de uma parede de drywall?

Saiba o que existe no interior de uma parede retilínea composta de chapas duplas.

02-drywall

Fonte: site casa abril


Para mais informações acesse também nosso site www.elegancyforros.com.br ou ligue para (11) 2595-4700