Publicado em

Gesso Acartonado: Usos e Vantagens

forro-com-curvas-gesso-acartonado

Gesso Acartonado – Drywall

O gesso acartonado é uma placa produzida a partir do gesso e do papel cartão. Possui resistência à compressão e à maleabilidade, oferecendo, também, praticidade, rapidez e versatilidade na elaboração e execução dos projetos, assim como proporciona poucos resíduos ao final da instalação.

Suas características permitem uma grande diversidade de usos e um ótimo resultado estético: há superfícies lisas e texturizadas, as emendas são homogêneas e permitem um bom acabamento.

 

Paredes internas de uma casa – Fonte: Design Milla Blogspot

 

Onde pode ser Utilizado?

O gesso acartonado vem sendo muito utilizado pelos profissionais da engenhariaarquitetura e interiores. Conheça os usos mais comuns:

  • Como parede, substituindo as de alvenaria.
  • Criação de divisórias
  • Criação de painéis
  • Execução de projetos de forro (teto rebaixado e sancas), que consequentemente estão ligados à execução de projetos luminotécnicos.
  • Fabricação de móveis
 

Além de todas estas formas de utilização, o gesso acartonado também permite receber pregos e parafusos, podendo ser cortado, inclusive em formas curvas. (Saiba mais sobre gesso acartonado e suas diferentes possibilidades de uso – paredes, forros e móveis lendo: Gesso Acartonado – Resistência Mecânica

 

Vantagens

O gesso acartonado traz muitas vantagens tanto para construir, reformar, como para decorar:

 

Obra

  • Em alguns casos é possível reduzir o custo da obra ao utilizar o gesso acartonado
  • É um material leve, rápido e fácil de ser instalado
  • Adaptável a diversos tipos estrutura: aço, concreto ou madeira
  • Permite a redução de cargas nas fundações e estruturas: quando utilizado como paredes e forros

Instalação

  • Permite instalações elétricas, hidráulicas e de telefone no interior das paredes
  • Permite que o interior das paredes receba isolantes térmicos e acústicos. 
  • Permite instalar televisores, prateleiras e outros objetos em sua superfície.

Acabamento

  • Possibilita a criação e execução de projetos ousados
  • Aceita sobre sua superfície outros materiais de revestimento: cerâmica, pastilha de vidro, papel de parede, tecidos, tinta acrílica, tinta PVA e texturas

Desempenho

  • Elevada resistência ao fogo
  • Apresenta bom desempenho térmico e acústico (equivalente ao de uma parede de alvenaria de meio tijolo)

 

Fonte: Clique arquitetura


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou whatsapp (11) 95618-5104 ou fale conosco pelo nosso CHAT abaixo

Publicado em

Como escolher e fazer o projeto do forro de gesso

sanca-moderna

O forro de gesso é o primeiro passo da reforma. Isso porque ele faz sujeira, precisa da instalação das luminárias e precisa ser pintado. Esse item da reforma pode agradar tanto os mais básicos, com um gesso liso ou como poucos detalhes, quanto os mais exuberantes, com curvas, sancas e detalhes de moldura.

Fonte: Construgesso

Fonte: Construgesso

O gesso pode ser convencional (o mais comum, mesmo sistema das molduras de gesso) ou drywall (sistema seco de gesso e muito mais prático). Ambos podem ser utilizados, mas o drywall é um pouco mais caro e muito mais prático, rápido e limpo (esse é o mesmo sistema das paredes de gesso acartonados). Os dois sistemas podem receber os mais diversos projetos de gesso liso ou sanca

Fonte: Santos&Santos

Dicas para projetar o forro de gesso e a iluminação

  • Utilize o forro para distribuir as luminárias de forma que ilumine tudo que for necessário;
  • Pense em um tipo de iluminação geral, decorativa e funcional. Sendo, por exemplo, um plafon como luz geral, leds iluminando quadros como decorativa, e pendente ou algo direcionado sobre a bancada de trabalho como iluminação funcional.
  • Peça para o gesseiro colocar negativo de 3cm ou 2cm próximo a parede. O gesso trabalha e pode rachar se estiver encostado. Além disso, o negativo facilita na hora da pintura;
  • Se você tiver 2 espaços em 1 (jantar e estar no mesmo lugar), você pode dividi-los com uma sanca em um dos ambientes ou nos dois, para criar setores;
  • Se possível contrate um profissional para projetar o gesso e a iluminação do seu lar, aprenda mais sobre forro de gesso aqui;
  • Por último, mas não menos importante, rebaixe pelo menos 15cm para termos a garantia de que todos os modelos de embutidos poderão ser utilizados.
Fonte: Mayse Mendonça

Fonte: Mayse Mendonça

E as molduras de gesso (ou rodaforros)?

Como o forro de gesso é um gasto maior do que as molduras, elas são ótimas opções para quem quer melhorar o acabamento da pintura sem expandir muito os gastos.

Existem os rodaforros que realmente são feitos de gesso, marcenaria e os que são feitos de poliuretano (aquele material parecido com o isopor). Ambos, se bem colocados, funcionarão muito bem em todos os ambientes da sua casa, eles podem ser pintados ou não dependendo de como ficou o acabamento (com exceção do rodaforro de marcenaria).

Qual tipo de gesso escolher?

Existem os mais variados. Vejam alguns estilos abaixo:

Roda-forros mais modernos:

São mais lineares, mais retos, não possuem curvas ou arabescos. Veja abaixo:

Exemplos de rodaforro moderno

Roda-forros clássicos:

Mais rebuscados e elaborados são ideais para as pessoas que não largam mão da classe. Elas também são utilizadas em volta das luminárias centrais. Veja alguns exemplos:

Roda-forros simples:

Apesar de eu estar chamando de rodaforros simples, eles também são muito bonitos, possuem um bom custo x benefício e se adaptam muito bem em qualquer tipo de ambiente. Estou chamando assim apenas porque eles são os mais fáceis de ser encontrados.

Exemplos de molduras simplesFonte: quem casa quer casa


Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento no CHAT abaixo!! 🙂

Publicado em

Tipos de forros e suas aplicações

FORRO-METALICO

Para escolher entre o forro que mais de adeque às necessidades da sua casa, escritório, comércio ou indústria é preciso primeiro conhecer os diversos tipos de forros, fabricados com materiais diferente e suas recomendações de aplicações. Segue abaixo breve explicação de cada tipo de forro e suas aplicações

FIBRA-MENERALO forro em Fibra Mineral é modulado, removível e com excelente performance acústica – tanto na absorção quanto na atenuação de ruídos. Possui características térmicas e variadas opções de espessuras, modulações, texturas e bordas.
 


FORRO-ACARTONADOO forro de gesso acartonado monolítico é constituído em chapas fixadas através de perfis e estruturas de fixação ocultas. Este tipo de forro permite projetos arquitetônicos com sancas e curvas, de acordo com as necessidades.
O forro de gesso acartonado modulado é removível e constituído em placas com película vinílica (aplicada na face aparente), o que permite fácil limpeza. Este material é muito utilizado em corredores hospitalares, laboratórios e áreas úmidas.

 


O forro em lã mineral é produzido em lã de vidro, possui alta performance acústica (absorção) e térmica, além de opções de espessura, modulações, texturas e bordas.


FORRO-METALICOO forro metálico pode ser produzido em aço ou alumínio – lineares ou em placas. Possuem diversas opções de cores e perfurações, permitindo projetos arquitetônicos de alto nível.

 

 


forro-de-isopor-5O forro de isopor  isola o calor ou o frio do lado de fora da construção e mantém o interior com temperatura fresca, são fáceis de carregar, pesam menos na estrutura da obra, facilita as instalações elétricas e tubulações, além disso não absorve água, facilita na montagem e transporte, também na colocação e no processo de concretagem, sendo assim, agiliza o tempo da obra, melhor desempenho em comparação as de cerâmica

 

 


FORRO-PVC-9Por fim, o forro de PVC pode ser produzido em placas modulares ou réguas com opção de larguras e cores, tendo como grande destaque a facilidade na limpeza.
 


fotos divulgação/internet

A empresa Elegancy Forros disponibiliza todos esses tipos de forração e oferece serviços de mão de obra especializada em instalação e montagem.

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou fale conosco pelo CHAT on line 

Publicado em

Como começar a decorar a casa nova?

PROPAGANDA-FORRO-GESSO1

Já pegou as chaves da casa ou apartamento ?? Então como começar a decorar a casa nova?? comece pelo forro e piso. Temos ótimas sugestões para você! 🙂

COMEÇANDO PELO PISO

Geralmente as construtoras entregam o apartamento ou casa somente com pisos da área de serviço e banheiro colocados. Os demais cômodos ficam para o dono colocar a seu critério e gosto. Temos algumas sugestões bem bacanas e que combinam bem com quartos e salas, são os pisos laminados e os pisos vinílicos:

  • PISO LAMINADO: É um piso semelhante ao carpete de madeira, mas com valor inferior. É utilizado apenas em ambientes internos, sua instalação é fácil e rápida, não precisa de acabamento e a limpeza pode ser feita com pano úmido. Seu custo médio é baixo. São instalados sobre mantas de polietileno, protegem da umidade e funcionam como isolante acústico e térmico.

  • PISO VINÍLICO: A instalação é fácil e rápida e a superfície precisa estar uniforme e limpa. O material não mancha, é antialérgico, muito resistente e com alta durabilidade, não faz barulho ao andar e tem diversas cores e formatos. A limpeza é feita apenas com pano úmido e representa uma alta economia para a obra. O custo médio do vinilico é baixo, instalação fácil e rápida.

VAMOS AGORA FALAR DO FORRO

  • FORRO DE GESSO: execução é muito mais rápida e muito mais “limpa”, Além de embelezar os ambientes, a aplicação de gesso nos tetos das residências e apartamentos pode ser muito útil na hora de embutir a iluminação, esconder ferragens ou mesmo disfarçar as vigas inevitáveis na construção. Segundo os especialistas, esta é uma solução bastante criativa e compensadora financeiramente.
  • FORRO DE PVC:  Fácil de instalar, o forro de PVC possui a vantagem de ser resistente aos diferentes climas, sendo, portanto, indicado para as diversas regiões do Brasil. Por ser um material que não se altera quando em contato com a água, o forro de PVC pode ser instalado em cômodos úmidos, como banheiro e área de serviço. À lista de vantagens, some a imunidade do produto contra o ataque de cupins e seu ótimo custo x benefício (afinal, não é necessário receber tinta para seu acabamento, já que ele possui cor e brilho naturais).Com acabamento liso ou frisado, o forro possui lâminas largas ou estreitas, para você escolher o que mais combina com seu espaço.

Bom Pessoal estas foram as nossas dicas para quem acabou de pegar as chaves da casa nova ou apartamento novo e não sabe por onde começar. Quer mais dicas? Ligue agora para Elegancy Forros e peça orçamento sem compromisso. Temos vendedores esperando a sua ligação!
Ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu telefone e e-mail no formulário abaixo que retornaremos!! 

Publicado em

Parede de drywall

drywall

A Parede de Drywall consiste no aparafusamento de um ou mais painéis em perfis de aço galvanizado. Além disso, as paredes podem receber qualquer tipo de esquadria e têm isolamento acústico.
Os Sistemas de Paredes feitas com DRYWALL aceitam qualquer tipo de revestimento (azulejos, revestimento melamínico, papel de parede, pintura, etc.). Sua superfície perfeitamente lisa proporciona excelente acabamento. Com a utilização das Paredes Drywall, a execução do trabalho é cerca de 3 vezes mais rápida em comparação aos sistemas convencionais de alvenaria. Tudo isso proporciona uma redução significativa nos custos totais da obra.

drywall

 

Se você está construindo ou reformando e está com dúvida quanto à utilização de placas de Drywall nas divisões internas de sua casa, separamos algumas informações sobre o material e também vantagens  do sistema.

Sua utilização na obra garante:

Flexibilidade para projetos arquitetônicosFig.-7.-Passagem-de-tubulação

Alívio de carga na estrutura

Limpeza no canteiro de obras

Pouco desperdício

Rapidez na execução

Acabamento sem trincas

Conforto térmico e acústico

Fácil acesso às instalações elétricas e hidráulicas

Otimização do cronograma da obra


Para pedido de orçamento ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido no CHAT abaixo que em breve retornaremos 🙂 🙂

Publicado em

Molduras de gesso dão versatilidade a projetos de iluminação

sanca-de-gesso-35

Em tetos rebaixados ou desenhos alternativos, recurso permite usar luzes embutidas de diversos modos

As molduras de gesso, também conhecidas como sancas, têm sido muito usadas pelos arquitetos por abrirem inúmeras possibilidades ao uso de luzes embutidas. Engana-se quem imagina que esse recurso é restrito a ambientes com pé-direito alto. Pode ser usado mesmo em cômodos que tenham a altura mínima exigida pelas normas brasileiras (2,5 m em áreas sociais e 2,3 m para banheiros).

 

sanca-de-gesso-35
As molduras de gesso, também chamadas de sanca, são comuns em cômodos com pé-direito alto, mas podem ser usados também em lugares com teto baixo

O modo mais comum de usar o material é rebaixando o teto, dispondo as lâmpadas de acordo com o projeto de iluminação. A moldura de gesso pode assumir diferentes desenhos–regulares, mais comuns, ou arredondados e irregulares.

O mais adequado é deixar um espaço de 15 cm entre o forro e a sanca, o necessário para que a iluminação possa ser instalada – esse trabalho é mais fácil quando o pé-direito é maior, mas pode ser feito em outras situações.

O gesso rebaixado – mais encontrado nas áreas sociais, como sala, varanda e corredor – pode ficar no centro do teto ou encostado a uma ou até às quatro paredes do cômodo.

Uma alternativa é fazer uma estrutura embutida no forro, ou, pelo menos, que dê essa impressão. É o caso do rasgo no gesso ou sanca invertida, presente em áreas como cozinhas e banheiros. A diferença em relação à técnica convencional é que todo o teto é feito de gesso e deixa-se um espaço central que imita uma claraboia (o tal “rasgo”), de 15 cm de profundidade. Nessa abertura são instaladas duas fitas de LED que oferecem luz indireta e forte, a mais apropriada para esse tipo de ambiente.

cedgesso3Além disso, o gesso pode ser usado para fazer um cortineiro iluminado: o trilho da cortina é escondido por uma “saia” de gesso com iluminação de LED embutida. Isso evita que o tecido pegue fogo e oferece durabilidade ao projeto de iluminação. A iluminação da cortina dá um quê etéreo ao cômodo. O recurso vai bem em todos os ambientes, embora seja mais presente em salas e varandas.

Os tipos de gesso também devem ser levados em conta. Há dois: o gesso acartonado, de instalação mais fácil e rápida, mas um pouco mais caro, e o gesso de plaquinha, mais barato e mais fácil de nivelar

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou deixe seu pedido de orçamento em nosso CHAT logo abaixo, em breve retornaremos!!! 🙂 🙂


Fonte: site terra

foto divulgação/internet

Publicado em

O que é forro de gesso acartonado?

Forro-de-gesso-acartonado

O forro de gesso acartonado é executado com placas de gesso que podem ser de três tipos.

Tipos de placas de gesso

  • Standard ST: São recomendadas para paredes, revestimentos e forros em áreas secas.
  • Resistente a umidade RU: São recomendadas para paredes, revestimentos e forros em áreas secas sujeitas a umidade por tempo limitado.
  • Resistente ao fogo RF: São recomendadas para paredes, revestimento e forros em área secas com resistente ao fogo.

fonte: escola engenharia

foto divulgação/internet

Publicado em

Conheça diferenças entre drywall e alvenaria e saiba quando usar cada técnica

parede-escritorios-drywall-g

Os processos de construção e reforma da casa estão cada vez mais práticos e econômicos. Além do método tradicional de alvenaria, com tijolos e blocos de concreto, é possível realizar grandes reformas por meio da técnica de gesso acartonado, mais conhecida como drywall

1. Drywall

Reprodução

Reprodução

Esta técnica consiste em construções com placas de gesso que se encaixam por meio de uma estrutura metálica. Além de ser um tipo de obra prática e limpa, pois não utiliza argamassa, areia ou cimento, o drywall confere mais espaço em cômodos menores.

Por possuir uma espessura menor em comparação com os blocos de alvenaria, é uma boa alternativa para compor divisórias internas, promovendo um ganho de aproximadamente 5% de área útil, conferindo mais espaço ao ambiente.

Ao optar pelo método drywall, o especialista adverte sobre a importância da mão de obra especializada, caso contrário, a estrutura da parede pode ser comprometida.
2. Alvenaria

Reprodução

Reprodução

O método de alvenaria é realizado com tijolos ou blocos de concreto assentados com argamassa, recebendo o reboco após a estrutura pronta. Por possuir diversas etapas que demandam tempo de secagem, a técnica de alvenaria é mais demorada e gera uma quantidade de resíduos maior em comparação com as paredes de gesso.

Crédito: Site Bonde