Publicado em

Cortineiro de gesso

img17

Quando você opta por usar uma cortina de trilho, ou uma persiana  pode notar que na parte superior da cortina, onde ela se encaixa no trilho, fica faltando acabamento, não traz um aspecto visual harmonioso. Há algum tempo atrás era bem comum o uso de “caixinhas” de madeira para esconder esta emenda, mas hoje o mais indicado para o acabamento é o cortineiro de gesso, ele pode ser utilizado embutido no teto ou sobreposto.

O forro de gesso pode ter muito mais utilidade do que você imagina. Pensado em conjunto com essa técnica, o cortineiro de gesso é capaz de criar um acabamento perfeito na sua cortina e deixar o ambiente ainda mais bonito.

Esse recurso é muito usado para esconder imperfeições e apresenta três modelos diferentes. Conheça e veja qual deles se encaixa melhor na sua casa.

Embutido

O cortineiro aproveita o gesso já construído e a cortina é instalada entre a parede e o forro (veja na foto). É um modelo mais moderno e pode ser utilizado também em uma sanca aberta. Se for iluminado, fica ainda mais charmoso e aconchegante!

Side view of bedroom interior design with unmade bed and window with curtains and city view. 3D Rendering

Sobreposto

Essa versão utiliza uma moldura de gesso abaixo do forro e, por isso, o cortineiro fica aparente, mas esconde o trilho da cortina e fica lindo! É bom ressaltar que a peça usada para a moldura pode ser lisa ou desenhada. Essa última opção oferece uma elegância a mais ao cortineiro.

O melhor é que esse modelo pode servir também para ambientes sem forro. Basta fixar o cortineiro no teto!

Interior of empty room with window. 3d render.

Iluminado

Se o cortineiro for embutido, você pode optar por incluir também uma iluminação. O mais bacana é que as luzes tiram proveito da cortina, que passa a refletir e distribuir a luz.

Essa iluminação pode ser mais intensa para dar suporte às luzes do ambiente ou mais leve para criar um efeito moderno e acolhedor.

Para lembrar

Antes de começar a construção do seu cortineiro de gesso, atente-se para algumas informações importantes. O ideal é que ele acompanhe o tamanho da janela e da cortina. No caso do modelo embutido, é preciso que o espaço entre o cortineiro e a janela seja de 15 a 20 centímetros, de modo a permitir que uma mão alcance o trilho da cortina na hora da instalação e manutenção.

cortineiro

 

 

Publicado em

Tipos de forros e suas aplicações

FORRO-METALICO

Para escolher entre o forro que mais de adeque às necessidades da sua casa, escritório, comércio ou indústria é preciso primeiro conhecer os diversos tipos de forros, fabricados com materiais diferente e suas recomendações de aplicações. Segue abaixo breve explicação de cada tipo de forro e suas aplicações

FIBRA-MENERALO forro em Fibra Mineral é modulado, removível e com excelente performance acústica – tanto na absorção quanto na atenuação de ruídos. Possui características térmicas e variadas opções de espessuras, modulações, texturas e bordas.
 


FORRO-ACARTONADOO forro de gesso acartonado monolítico é constituído em chapas fixadas através de perfis e estruturas de fixação ocultas. Este tipo de forro permite projetos arquitetônicos com sancas e curvas, de acordo com as necessidades.
O forro de gesso acartonado modulado é removível e constituído em placas com película vinílica (aplicada na face aparente), o que permite fácil limpeza. Este material é muito utilizado em corredores hospitalares, laboratórios e áreas úmidas.

 


O forro em lã mineral é produzido em lã de vidro, possui alta performance acústica (absorção) e térmica, além de opções de espessura, modulações, texturas e bordas.


FORRO-METALICOO forro metálico pode ser produzido em aço ou alumínio – lineares ou em placas. Possuem diversas opções de cores e perfurações, permitindo projetos arquitetônicos de alto nível.

 

 


forro-de-isopor-5O forro de isopor  isola o calor ou o frio do lado de fora da construção e mantém o interior com temperatura fresca, são fáceis de carregar, pesam menos na estrutura da obra, facilita as instalações elétricas e tubulações, além disso não absorve água, facilita na montagem e transporte, também na colocação e no processo de concretagem, sendo assim, agiliza o tempo da obra, melhor desempenho em comparação as de cerâmica

 

 


FORRO-PVC-9Por fim, o forro de PVC pode ser produzido em placas modulares ou réguas com opção de larguras e cores, tendo como grande destaque a facilidade na limpeza.
 


fotos divulgação/internet

A empresa Elegancy Forros disponibiliza todos esses tipos de forração e oferece serviços de mão de obra especializada em instalação e montagem.

Para mais informações ligue (11) 2595-4700 ou fale conosco pelo CHAT on line 

Publicado em

Sanca ou forro de gesso, qual a melhor opção?

gesso_drywall_sala_gyproc

SANCA-FORRO-GESSO

Na hora de decorar muitas dúvidas surgem como: usar sanca ou forro de gesso? A resposta sempre será: depende. As duas opções estão em alta e dependem do ambiente.

O forro de gesso usado para rebaixar o teto é o mais utilizado atualmente, mas, se o pé direito não for muito alto, a sanca é a melhor alternativa para ter uma iluminação diferenciada ou apenas decorar.

Para ter um pé direito (distância entre o teto e o piso) em uma distância boa a altura mínima é 2,50 cm. Para embutir a iluminação nas placas de gesso é preciso, no mínimo, 12 cm. O rebaixamento do teto com forro de gesso permite trabalhar melhor com a iluminação e esconder a tubulação.

Quando o pé direito não é alto o suficiente para rebaixar, a solução são as sancas aplicadas entre o forro e a parede. Existem diversas opções, porém a tendência é apostar num visual clean, de linhas retas. O resultado é um ambiente mais sofisticado

 

foto divulgação/internet


Para mais informações acesse www.elegancyforros.com.br ou ligue (11) 2595-4700 

Você pode também pedir seu orçamento pelo nosso CHAT logo abaixo

Até o próximo post 🙂 🙂

 

Publicado em

Forro acartonado

forro-acartonado

forro-acartonado

O gesso acartonado chegou ao mercado brasileiro já há algum tempo e tem feito um sucesso pela sua praticidade e limpeza no canteiro de obras. Ele é um sistema construtivo a seco que utiliza chapas de gesso acartonado fixadas sobre estruturas metálicas. O material é utilizado na parte interna da construção. Mas será que é um bom negócio trocar a alvenaria pelo gesso acartonado?

As vantagens são tentadoras quando se trata de estética e praticidade. As paredes de gesso acartonado podem ter qualquer forma e receber qualquer tipo de acabamento, além de serem resistentes ao fogo e mais baratas do que as convencionais. Uma outra vantagem é que as instalações elétricas, hidráulicas e telefônicas são executadas e testadas durante a construção das paredes, evitando a reabertura das mesmas, o que resultaria em desperdício de materiais e mão-de-obra.

Para mais informações e para contratar nossos serviços ligue (11) 2595-4700 ou deixe seus dados no fromulário abaixo que retornaremos

 

Publicado em

Diferença entre forro e sanca de gesso

1forro-sanca

 

Forro: esse tipo de acabamento é uma cobertura de gesso que costuma ser rebaixada e com uma pequena distância da parede.

Sanca: o acabamento de mesmo material costuma ser mais trabalho e cria uma decoração no teto sem a necessidade de rebaixamento.


Tipos de SANCAS DE GESSO:

  1. ABERTA: Aberto na parte central, e pode ganhar iluminação interna para criar um ponto de luz indireta e deixar o ambiente mais aconchegante.sanca-aberta1
  2. FECHADA: Este tipo de acabamento não tem aberturas e por isso a iluminação costuma ser embutida através de sposts que são instalados na moldura.sanca-fechada
  3. INVERTIDA: O próprio nome já dá uma pista de como é este tipo de acabamento. O gesso é trabalhado como a versão aberta, mas ao invés de ter a iluminação no centro, a abertura é direcionada para as paredes, de modo a dar destaque a uma superfície verticalsanca-invertida

É isso aí pessoal, espero que tenham gostado do nosso post!!🙂🙂

Estamos aqui todos os dias com dicas de decoração, curta, compartilhe e comente!! Sua opinião é importante para nós!!🙂

E se tiverem sugestões deixe nos comentários!!❤

Fonte: casa e construção
Fotos: divulgação/ retiradas da internet